Social Icons

27 de set de 2013

Dan Houser, da Rockstar, quer fazer uma continuação para Bully

Bully, lançado originalmente em 2006 para o PlayStation 2, e apesar do sucesso, e também controvérsias, o jogo da Rockstar nunca ganhou uma sequência. A Take-Two, responsável pela Rockstar, até chegou a fazer um novo registro da marca no meio desse ano, mas as coisas voltaram ao silêncio. Mas se depender de Dan Houser, vice-presidente criativo da empresa, o jogo pode ganhar uma continuação.
“Eu sei que eu quero fazer um novo Bully. Bem, vamos torcer, nunca se sabe. Posso seguir em várias direções com esse jogo, é engraçado.”
Em entrevista a Polygon, Houser disse estar animado para fazer uma sequência, mas descartou a possibilidade de Jimmy Hopkins voltar mais adulto e como o personagem principal de um futuro Grand Theft Auto, como diziam alguns rumores.
“Nunca o vi como um degenerado nesse nível. O via como um adolescente malvado, por vir de um lar complicado, que pode tomar qualquer rumo. Ele não vai ser um ladrão de carro. Ele era uma alma desagradável, mas tinha um bom coração. De certa forma, dá pra dizer a mesma coisa do Niko [de GTA IV]. Mas o Jimmy não estava tentando destruir a escola toda, ele estava mais querendo lutar contra a injustiça.”
Sobre as polêmicas que envolveram Bully na época em que foi lançado, Houser acredita que houve exagero, pouco diálogo sobre o assunto e interpretações erradas sobre a proposta do jogo. Mesmo com toda a polêmica que cercou o título, Houser gostaria de produzir um novo Bully.



 Fonte: GameBlast

Um comentário:

  1. Se for sair, vai ser lá pra 2015, não creio que saia em 2014... Ansiosíssimo aqui!!

    ResponderExcluir